Microbacia hidrográfica do córrego santa maria do leme

A microbacia do Córrego Santa Maria do Leme drena uma área aproximada de 11 Km². Os primeiros bairros começaram a ser forma­dos em 1950, como o Jardim Jockey Clube, o Jardim Bandeirantes e o Jardim Centenário. A partir dos anos de 1960, novos loteamentos foram abertos: o Jardim Santa Paula (década de 1970), o Parque Santa Marta e o Jardim Nova Santa Paula (década de 1990), o Jardim Acapulco (década de 2000) e o Parque Santa Elisa (em 2007).

Após a junção de suas principais nascentes na área rural, o Córrego Santa Maria do Leme atravessa a Rodovia Washington Luís, próximo ao Parque Delta, e segue no sentido do Bairro Parque Santa Marta. Depois passa pelo Bosque Cambuí, onde recebe um de seus afluentes, o Córrego Cambuí, e segue para o Kartódromo desembocando no Rio do Monjolinho, no trecho que fica próximo à rotatória na Marginal, percorrendo uma extensão de aproximadamente 11km.

Nascentes do Córrego santa maria do leme

foz do Córrego santa maria do leme – próximo ao kartódromo

Você sabia?

Durante muito tempo o Córrego Santa Maria do Leme foi chamado de Galdino. Próximo a sua junção com o Rio do Monjolinho, havia uma casa de bombas que foi o primeiro ponto de captação de água da cidade, inaugurada em 1903? Sabia também que esse ponto de captação foi desativado na década de 1990 e sua área foi recuperada por uma ONG são-carlense, a AMOR (Associação de Moradores e Amigos dos Jardins)? A ONG também realiza atividades educacionais e culturais para conservar o meio ambiente.

captação galdino desativada – sede da amor

Instituições de Ensino

  • (2) CEMEI Amélia Meirelles Botta;
  • (3) CEMEI Vicente de Paula Rocha Keppe;
  • (8) CEMEI Ida Vin­ciguerra
  • (11) EE Prof. Ludgero Braga;
  • (12) CEMEI Maria Luiza Perez;
  • (29) CEMEI Maria Lúcia Marrara;
  • (30) EE Conde do Pinhal;
  • (31) Diretoria de Ensino – Região de São Carlos;
  • (106) EMEB e Escola do Futuro Profa. Dalila Galli.

regulamentação e ocupação

Considerando que, de acordo com o Plano Diretor de São Carlos, Lei nº 13.691 de 25 de novembro de 2005, revisão pela Lei no 18053 de 19 de dezembro de 2018, a maior parte da microbacia hidrográfica do Córrego Santa Maria do Leme situa-se em uma Zona de Regulação e Ocupação Controlada, carac­terizada por sua localização em uma área de transição entre o meio rural e o meio urbano com forte tendência para a expansão urbana, e para novos empreendimentos imobiliários, vários segmentos sociais têm demonstrado in­teresse na sua conservação.

 

Nesta microbacia existem dois importantes bosques urbanos:

o Bosque Santa Marta e o Bosque Cambuí.

bosque santa marta

bosque cambuí

FAÇA PARTE DE NOSSA COMUNIDADE

PuBLIQUE SEU TRABALHO

Têm um artigo acadêmico, um post de blog ou um trabalho escolar que deseja publicar em nosso site?

COMPARTILHE MÍDIAS

Têm uma foto, vídeo ou outro tipo de material digital de São Carlos e gostaria de compartilhar para outras pessoas em nossa nuvem?

proponha umA ATIVIDADE / projeto

Têm uma ideia e gostaria de propor para nossa equipe?

Empreste nossa exposição

Cadastre-se e agende um período. Maquetes, modelos e muito mais!

IMPRIMA NossO QR-CODE

Imprima nosso QR-code e leve a experiência do Atlassanca para a sua escola!

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

Semana da Qualidade do Ar e Florestas Urbanas

Semana da Qualidade do Ar e Florestas Urbanas

A Semana da Qualidade do Ar e Florestas Urbanas do município de São Carlos ocorrerá de 19 a 25 de setembro de 2022. A Prefeitura de São Carlos por meio da Secretária do Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação - SMMACTI, assim como a Secretaria Municipal de...

COMUNIDADES, PARA QUÊ?

COMUNIDADES, PARA QUÊ?

Evento por meio do Google Meet para um bate-papo sobre o potencial coeducativo entre gerações para a sustentabilidade e o papel das Comunidades.